Reuniao MN

Uma reunião "tirada a ferros" sem propostas concretas do ME para a organização do ano lectivo
A FENPROF entregou propostas fundamentadas que antecipam os vários cenários para Setembro

Esta foi a primeira reunião realizada entre o Ministério da Educação e representantes dos docentes, o que, só por si, é, desde logo, muito negativo porque ocorre muito tarde e já fora de um tempo que exigiria, da parte do ME, uma resposta mais célere. Este grande e preocupante atraso tem implicações muito negativas no tempo de que escolas e agrupamentos necessitam, num quadro muito complexo e difícil.

Ao contrário da inexistência de propostas da parte dos responsáveis governativos, a FENPROF entregou as suas, fundamentadas, pormenorizadas e coerentes com o momento de pandemia. Na verdade, a avaliação apresentada pelo ME coincide com aquela que a FENPROF já apresentou publicamente, designadamente através do estudo que realizou e assentou nas respostas de mais de 3500 professores a um questionário realizado na primeira quinzena de Maio. Porém, transparece que, podendo haver coincidência nas medidas que será necessário tomar, estas poderão, inadmissivelmente, esbarrar em dificuldades criadas pelas Finanças.

O ME comprometeu-se a convocar novo encontro com a FENPROF, espera-se que para breve, no qual deverá ser feito, finalmente, com as propostas que o ME deverá converter em dois diplomas: calendário escolar e despacho de organização do ano lectivo.

youtube Vídeo com as declarações do Secretário-Geral da FENPROF

pdf Proposta da FENPROF para a Organização do Ano Letivo 2020/2021

pdfProposta de FENPROF sobre outros aspetos que já constavam do ofício entregue no Ministério da Educação no passado dia 16 de junho

Está em... Home Última Hora A FENPROF entregou propostas fundamentadas que antecipam os vários cenários para Setembro