AR copy

ELEIÇÕES LEGISLATIVAS DE 6 DE OUTUBRO

FENPROF já dirigiu primeiro conjunto de perguntas aos partidos políticos e prepara outras iniciativas para que docentes votem devidamente esclarecidos

A legislatura que está prestes a terminar, tal como outras que a antecederam, constituiu mais uma oportunidade perdida para resolver os principais problemas da Educação, da Ciência e dos seus profissionais. Tem sido a frustração de docentes e investigadores em relação às políticas desenvolvidas pelos últimos governos, que tem contribuído para que muitos, tal como tantos outros portugueses, tenham deixado de participar nos actos eleitorais.

Porém, para a FENPROF, a abstenção não é a opção adequada para a resolução dos problemas.

A participação e o voto responsabilizam aqueles que, sendo eleitos deputados e, em alguns casos, formando governo, deverão honrar os seus compromissos. Quanto maior for a abstenção, obviamente que menos responsabilizados se sentirão aqueles que irão assumir funções governativas ou legislativas.

Porém, para ser verdadeiramente útil, o voto deverá partir do indispensável esclarecimento prévio e será nesse sentido que a FENPROF intervirá no processo eleitoral que se aproxima. A FENPROF pretende divulgar um documento (suporte de papel e formato eletrónico) com as respostas dos partidos a questões que lhes são colocadas e, ainda, promover dois debates, com transmissão direta na sua página web e divulgado, posteriormente, nas redes sociais, o primeiro sobre as questões que dependem do Ministério da Educação (ME) e o segundo sobre as que são tuteladas pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES).

Em anexo, segue o primeiro ofício com perguntas que foi dirigido aos partidos políticos com representação parlamentar, e que respeitam às questões relacionadas com a Educação Pré-Escolar e os Ensinos Básico e Secundário. Nos próximos dias seguirão as relacionadas com o Ensino Superior e a Ciência.

Está em... Home Última Hora ELEIÇÕES LEGISLATIVAS DE 6 DE OUTUBRO