ou de terem de passar ao regime de tempo parcial, com uma brutal redução de vencimento, da ordem dos 2/3, apesar de as suas instituições desejarem mantê-los ao seu serviço a tempo inteiro. 

A delegação sindical (João Cunha Serra e Tiago Dias) foi acompanhada por alguns dos docentes afetados, que prestaram declarações aos jornalistas antes da reunião.

Ao solicitar esta reunião, FENPROF pretendia sensibilizar a Provedoria de Justiça para a situação daqueles docentes (serão neste momento entre 250 e 300, a nível nacional), pronunciando-se sobre o diploma que aprovou regras complementares para o regime transitório dos docentes do Ensino Superior Politécnico (Decreto-lei n.º 45/2016, de 17 de agosto) e contribuindo, dessa forma, para que este seja alterado e que os docentes que contam mais de 7 anos em regime de tempo integral ou de dedicação exclusiva possam transitar para um contrato por tempo indeterminado, após a obtenção do doutoramento ou do título de especialista.

Está em... Home Ensino Superior Na região... FENPROF recebida na Provedoria de Justiça